AMBIENTES PRÓPRIOS PARA OS CÃES

(Artigo de Joice Maria Vargas)

Se você tem um bichinho de estimação, sabe que é muito importante dar atenção para o ambiente onde ele costuma passar o tempo. Um lugar mal cuidado pode ser propício para a proliferação de fungos, bactérias e parasitas, que podem causar diversas doenças aos animais e a nós mesmos.

Veja algumas dicas sobre a limpeza da casa e do seu bichinho:

Limpeza da casa:

Uma casa limpa ajuda - e muito - a manter seu bichinho mais saudável. Uma local sujo pode ajudar na reprodução de algumas bactérias que causam diarréia e vômito. O ideal é fazer a faxina na casa com frequência, mas você deve ter cuidado com os produtos de limpeza. A maior parte deles possui na composição toxinas, que podem provocar dermatites e alergias em geral. Em pet shops, já é possível encontrar linhas de desinfetantes específicos, que previnem reações nas mucosas e na pele do cão. Esse site oferece algumas receitas caseiras para limpar a casa e seu bichinho.

Além disso, a limpeza sistemática nas casinhas evita a proliferação e corta o ciclo evolutivo das pulgas e carrapatos.

Pratinhos de água e comida:

A limpeza dos pratos é essencial, e especialistas recomendam que ela seja feita a cada troca de água e comida. Lavá-las com água corrente e sabão neutro ajuda a previnir o surgimento de bactérias nocivas e de fungos, geralmente causados pela umidade da ração.

Sanitários:

Muitas pessoas ensinam seus bichinhos a fazer as necessidades fisiológicas no jornal. Isso não está errado, mas hoje já existem no mercado tapetes higiênicos, que possuem uma melhor absorção da urina e das fezes. Outra opção são os tablados higiênicos, que são plataformas gradeadas. Elas devem ser dispostas sobre o jornal ou tapete, ajudando a evitar o contato do cão com a urina.


Pátios e gramados:

Tenha muito cuidado ao deixar seu bichinho brincar na grama. O ambiente externo é muito mais sujo e próprio para a reprodução de bactérias, fungos, pulgas e carrapatos. Uma ótima solução é a instalação de grama sintética. Ela é muito mais higiênica e fácil de limpar do que a grama natural, e algumas já vem com proteção contra microorganismos e possíveis odores. Veja nessa página alguns outros benefícios trazidos com a instalação da grama artificial para pets.

Além disso, antes de levar seu animal de estimação para a rua, faça as vacinas e a devida desvermifugação.

Limpeza do cachorro:

É importantíssimo manter seu cachorro bem asseado. Para isso, dê banhos, escove os pelos e corte as unhas regularmente. Isso deve ser feito de acordo com a raça e o tipo de pelagem do seu animal. Para cães de pelos longos e abundantes, são recomendados banhos de quinze em quinze dias. Cães com pelagem mais curta e dura precisam de uma quantidade menor: aproximadamente seis banhos anuais são o bastante. A escovação também é feita de acordo com o pelo, e alguns bichinhos podem precisar ser penteados uma vez por dia. Já as unhas precisam de corte toda a vez que passam da base da pata.


Fonte:
Colaboração de Joice Maria Vargas, enviada por e-mail.


Leia também as dicas sobre frio, calor e dor, fome e sede e o artigo sobre cuidados básicos de higiene.


Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações diretamente:
Dicas de cuidados          :          Plantas medicinais        :          Artigos          :        Doenças        :        Adoções        :          Contate-nos
• ©2012www.NossosAmigos.com.br •
Nosso eterno mascote 'Peludo'
Atelier Crisfios