COMO FAZER CORRETAMENTE UMA INFUSÃO DE ERVAS


Às vezes, a preparação errada de uma infusão (chá) de ervas pode comprometer o objetivo e até mesmo eliminar o efeito benéfico que a infusão deveria ter.

Como exemplo, apresentamos abaixo passo-a-passo a preparação de uma infusão antibiótica, que pode ser aplicada em feridas externas que já estejam com processo de infecção (pus), ou como prevenção a infecções.

    Ingredientes:

  • 2 folhas de Malva
  • 1 folha de Confrei
  • 5 ou mais folhas de Trançagem (pode ser usada também a raiz)
  • Recipiente, pilão e água fervendo

Como preparar:

1. Lave muito bem as ervas, principalmente se usar a raiz da trançagem, a fim de tirar toda a terra e pó. Nunca use folhas mortas, comidas por lagartas, quebradas ou parcialmente secas.
2. Separe e lave um pilão (pode até ser um espremedor de limão para caipirinha) e um recipiente com fundo arredondado, preferencialmente de louça ou vidro, exclusivamente para este fim. Não use recipientes de metal, e nunca use estes instrumentos para outros fins.
3. Pique as ervas dentro do recipiente em pedaços pequenos.
4. Coloque um pouquinho da água fervendo no fundo do pote e macere (esmague) as ervas com o pilão, até que fique uma massa homogênea.
5. Despeje mais água fervendo no pote até a metade. Não use muita água, pois quanto mais água, mais fraca ficará a infusão.
6. Tape com um pires de vidro e deixe esfriar naturalmente antes de aplicar.
    Observações:

  • Nunca ferva as ervas dentro d'água. A fervura elimina o princípio ativo da maioria das ervas. Sempre coloque a água fervendo sobre elas.
  • Após fria, a infusão dura de 1 a 3 dias em temperatura ambiente. Nunca use infusões com mais de 3 dias, principalmente no verão. Faça novas infusões.
  • Antes de usar, coe a infusão em um coador com um pedacinho de gaze estrilizada dentro, ou use um filtro de passar café novo.
  • Nunca aplique a infusão quente.
  • Antes e após o uso, lave bem e escalde os utensílios (pote e pilão) com água fervente.
    Aplicações desta receita específica:

  • Despeje fartamente sobre feridas que podem infeccionar, tais como cicatrizes de cirurgias, cortes, arranhões, mordidas de animais, picadas de insetos, etc. Com esta infusão eu já curei, em 3 dias, um corte de cirurgia de castração de uma cachorra de grande porte, que começou a infeccionar e sair pús em pleno verão.

  • Infecções nos ouvidos de cães grandes podem ser tratadas com esta receita. Neste caso, use uma seringa grande (20ml) para injetar a infusão dentro do ouvido, 2 vezes ao dia, e seque em seguida. O efeito é muito melhor do que remédios antibióticos.

Bibliografia recomendada:

"Ervas & Plantas, a Medicina dos Simples" - Pe. Ivacir Franco e Prof. Vilson Fontana
Livraria Vida - Erechim - RS - 2001

"Fitoterapia - Guia Prático" - Non Shaw
Editora Callis, 1998


"Plantas Medicinais no Brasil" - Harri Lorenzi
Editora Instituto Plantarum, 2002



MANDE SUA RECEITA USANDO ERVAS MEDICINAIS
(Todas serão analisadas e publicadas)



Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações diretamente:
Dicas de cuidados          :          Plantas medicinais        :          Artigos          :        Doenças        :        Adoções        :          Contate-nos
• ©2012www.NossosAmigos.com.br •
Nosso eterno mascote 'Peludo'
Atelier Crisfios